Search:
< Go Back

 

Bill Gates chama de ultrapassada e ineficiente a resposta internacional para ajudar fazendeiros pobres e resume as mudanças necessárias para alimentar 1 bilhão de famintos

 
 

Anúncio de quase US$ 200 milhões em novos subsídios agrícolas, leva o total da fundação para mais de US$ 2 bilhões

ROMA, 23 de fevereiro de 2012 /PRNewswire/ -- Bill Gates, co-Presidente da Fundação Bill & Melinda Gates disse para a comunidade agrícola internacional que ela não conseguiu proporcionar a ajuda que os pequenos fazendeiros nos países em desenvolvimento precisavam, quando eles precisavam. Em um discurso feito no Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (IFAD - International Fund for Agricultural Development), Gates pediu aos órgãos das Nações Unidas responsáveis pelo combate à fome e à pobreza que se unissem em torno de um objetivo comum para o crescimento sustentável da produtividade para guiar e medir seus esforços.

"Se nos importamos com os mais pobres, nos importamos com a agricultura", disse Gates. "Os investimentos na agricultura são as melhores armas contra a fome e a pobreza, e já melhoraram a vida de bilhões de pessoas. A comunidade agrícola internacional precisa ser mais inovadora, coordenada e concentrada para ajudar os fazendeiros pobres a cultivarem mais. Se pudermos fazer isso, poderemos reduzir consideravelmente o sofrimento e construir a auto-suficiência".

Gates disse ao IFAD, ao Programa Mundial de Alimentos (WFP - World Food Programme ) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO - Food and Agriculture Organization) que a abordagem que está sendo usada atualmente para combater a pobreza e a fome é ultrapassada e ineficiente.  Ele apelou para que estas agências de alimentação se comprometam com um objetivo concreto e mensurável para aumentar a produtividade agrícola e para apoiar um sistema de indicadores públicos de desempenho para maximizar a transparência para as próprias agências, doadores e os países que elas apoiam.

"O objetivo é ir além dos exemplos de sucesso para crescimentos sustentáveis de produtividade para centenas de milhões de pessoas saírem da pobreza", disse Gates. "Se temos esperança de alcançar este objetivo, ele tem que ser um objetivo comum. Temos que ser coordenados em nossa busca por este objetivo. Temos que abraçar maneiras mais inovadoras de trabalho visando este objetivo. E temos que estar dispostos a sermos avaliados em nossos resultados".

O número de famintos no mundo alcançou a marca de 1 bilhão, e os preços globais dos alimentos que começavam a cair no último mês de julho – sinalizando algum alívio – estão novamente subindo. Conforme estimativas, os pequenos fazendeiros no Sul da Ásia e na África Subsaariana podem duplicar ou quase triplicar seus rendimentos, respectivamente, nos próximos 20 anos. Este crescimento sustentável de produtividade representará 400 milhões de pessoas que sairão da pobreza.

"A história nos mostrou o que é possível quando as pessoas podem cultivar alimentos suficientes. Se queremos transformar as vidas das pessoas na África, temos que concentrar nossos esforços em aumentar a produtividade agrícola, criando mercados e fazendo da agricultura um negócio e não uma atividade de desenvolvimento", disse Akin Adesina, Ministro de Agricultura e Desenvolvimento Rural da Nigéria.

Gates também anunciou quase US$ 200 milhões em subsídios, levando para mais de US$ 2 bilhões o compromisso da fundação para com os pequenos fazendeiros desde o início do programa agrícola em 2006. A fundação tem uma abordagem completa no apoio aos pequenos fazendeiros de maneira que o progresso contra a fome e a pobreza seja sustentável para a economia e para o meio-ambiente.

O dinheiro irá financiar projetos de desenvolvimento agrícola que já estão produzindo grandes resultados para fazendeiros, com o objetivo de ajudar milhões de pequenos fazendeiros a saírem eles mesmos da pobreza. Este reinvestimento será feito em projetos que já:

  • Apoiaram o lançamento de 34 novas variedades de milho resistente à seca
  • Forneceram vacinas para dezenas de milhões de animais
  • Treinaram mais de 10.000 agro-comerciantes a equipar e treinar os fazendeiros

Os novos subsídios da fundação irão apoiar:

  • O rompimento de barreiras de gênero para que as mulheres fazendeiras possam aumentar a produtividade
  • O controle da contaminação que afeta 25 por cento das culturas alimentares mundiais
  • A criação de um sistema inovador para monitorar os efeitos da produtividade agrícola na população e no meio ambiente

"Quando Melinda e eu começamos nossa fundação há mais de uma década, nos concentramos inicialmente nas desigualdades da saúde mundial. Mas, na medida em que passamos mais tempo conhecendo as doenças da pobreza, percebemos que muitas das pessoas mais pobres do mundo eram pequenos fazendeiros. A conclusão era óbvia. Eles poderiam melhorar a vida de suas famílias cultivando mais alimentos", explicou Gates.

A Trigésima-Quinta Sessão do Conselho Diretor do IFAD, denominada "Agricultura Sustentável de Pequenos Agricultores: Alimentando o Mundo, Protegendo o Planeta (Sustainable smallholder agriculture: Feeding the World, protecting the planet)", proporcionou um fórum para os governos e a comunidade de desenvolvimento agrícola discutirem maneiras de cultivar 70 por cento mais alimentos até 2050 para alimentar uma população crescente e mais urbanizada.

"O IFAD trabalha em áreas remotas onde poucos parceiros de desenvolvimento se aventuraram, ajudando aos fazendeiros pobres a aumentarem não somente suas colheitas mas também suas receitas", disse Kanayo F. Nwanze, Presidente do IFAD. "O desenvolvimento fracassa quando é imposto de cima. A abordagem de baixo para cima do IFAD ajuda aos fazendeiros construírem organizações fortes que lhes dão mais poder no mercado e uma voz mais forte nas decisões que afetam suas vidas e desta forma podem ganhar mais, comer melhor e educar seus filhos".

Os subsídios anunciados hoje incluem:

Aliança para uma Revolução Verde na África – Programa para o Sistema de Sementes Africanas (PASS): Fase 2

Este subsídio de US$ 56 milhões aumentará a disponibilidade e a acessibilidade de variedades de sementes mais resistentes e de maiores rendimentos de importantes cultivos de alimentos na África Subsaariana para aumentar a produtividade e melhorar a vida dos pequenos agricultores. O objetivo final do PASS é desenvolver um sistema sustentável e próspero de desenvolvimento e fornecimento de produto nacional para atender aos pequenos agricultores. Para mais informações, entre em contato com Sylvia Mwichuli, SMwichuli@agra-alliance.org, Tel: +254-20-3750-627, Celular: +254-736-880-620. O comunicado para a imprensa pode ser acessado aqui: http://www.agra-alliance.org/content/news/detail/1359

CARE - Caminho para Vidas Seguras

A fundação está investindo US$ 15 milhões para aumentar a produtividade e a atribuição de poder às mulheres fazendeiras em sistemas agrícolas mais justos em escala na África Subsaariana e no Sul da Ásia. Este programa de cinco anos em seis países implementa e testa um poderoso modelo de "vidas graduadas" que alavanca o poder da poupança baseada na comunidade e grupos produtores visando aumentar a produtividade agrícola de fazendeiras pobres e assegurando acesso e controle de longo prazo dos principais recursos agrícolas. Para mais informações, entre em contato com Nicole Harris, nharris@care.org, Tel: +1-404-979-9503. O comunicado para a imprensa pode ser acessado aqui: http://www.care.org/newsroom/articles/2012/02/CARE-Pathways-Program-Announced-20120223.asp

Conservation International - Sistema de Monitoramento Integrado para Serviços de Ecossistemas em Cenários Agrícolas Africanos

A fundação irá financiar um projeto de três anos e de US$ 10 milhões para fornecimento de informações novas, integradas e científicas que ajudam os formadores de políticas, organizações, cientistas e fazendeiros africanos a melhorarem suas tomadas de decisões em relação às práticas e políticas agrícolas para promover o crescimento agrícola sustentável enquanto protegem os recursos naturais e reduzem a pobreza. Para mais informações, entre em contato com Sandy Andelman, Diretora Executiva, African Monitoring System (AMS), Vice-Presidente da Conservation International, s.andelman@conservation.org, Tel: +1-703-341-2690 ou Kim McCabe, Diretora Sênior, News & Media, Conservation International, k.mccabe@conservation.org, Tel: +1-703-341-2546. O comunicado para a imprensa pode ser acessado aqui: http://www.conservation.org/africanmonitoringsystem

Aliança Global para os Medicamentos Veterinários (GALVmed) – Protegendo Animais, Salvando Vidas Humanas: Fase 2

Em um projeto co-financiado pelo Departamento de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido (DFID - Department for International Development) para melhorar a saúde dos animais, a fundação está fornecendo US$ 41 milhões durante o período de cinco anos para apoiar o desenvolvimento e fornecimento das principais vacinas, medicamentos e diagnósticos veterinários para fazendeiros pobres na África Subsaariana e Sul da Ásia. Este subsídio se concentra nas doenças que afetam principalmente bovinos, ovinos, caprinos e galinhas. Para mais informações, entre em contato com Charlotte Black, Fleishman-Hillard, charlotte.black@fleishmaneurope.com, Tel: +44(0)20-7395-7124, Celular: +44(0)7814666627.

Instituto Internacional de Investigação de Culturas para os Trópicos Semi-Áridos (ICRISAT)– Leguminosas Tropicais II (TL2): Fase 2

A fundação irá fornecer US$ 21 milhões durante o período de três anos para desenvolvimento de variedades melhoradas de leguminosas que podem suportar seca, doenças e insetos para redução da perda de colheita para pequenos fazendeiros na Índia, Bangladesh e em 13 países africanos. O projeto Leguminosas Tropicais II (TL2) dará continuação ao progresso até a data e identificará novas variedades de amendoim, feijão-fradinho, feijão comum, grão-de-bico, feijão-guandu e soja. Para mais informações, entre em contato com Tsedeke Abate, t.d.abate@cgiar.org ou CCL Gowda, c.gowda@cgiar.org. O comunicado para a imprensa pode ser acessado aqui: http://www.icrisat.org/newsroom/news-releases/icrisat-pr-2012-media5.htm

Centro Internacional de Melhoria do Milho e do Trigo (CIMMYT) – Milho Resistente à Seca para a África: Fase 3

Totalizando US$ 33 milhões, este subsídio de quatro anos irá ajudar no desenvolvimento de variedades de milho resistente à seca que reduzem o risco de perda da colheita e melhora a vida de até sete milhões de famílias de fazendeiros da África Subsaariana. Nesta fase, o projeto dará continuidade ao progresso alcançado e irá expandir, acelerar e melhorar programas de cultivo e sistemas de sementes. Para mais informações, entre em contato com Anne Wamalwa, a.wamalwa@cgiar.org ou Chris Cutter, c.cutter@cgiar.org. O comunicado para a imprensa pode ser acessado aqui: http://bit.ly/yoEVYw

Instituto Meridian – Parceria para o Controle da Aflatoxina na África (PACA)

Com um subsídio de US$ 20 milhões no período de cinco anos, a fundação espera controlar a aflatoxina, um fungo mortal, entre as culturas em oito países africanos através do desenvolvimento de parceria multinacional baseada na África e liderada pela África para implementação de projetos de controle da aflatoxina, e através da conscientização sobre os impactos na saúde e financeiros associados com esta toxina cancerígena. Para mais informações, entre em contato com Barbara L. Stinson, bstinson@merid.org, Tel. +1-303-670-5161. O comunicado para a imprensa pode ser acessado aqui: http://www.merid.org/aflatoxinpartnership/Press_Release.aspx

Sobre a Fundação Bill & Melinda Gates

Guiada pela crença de que toda vida tem valor igual, a Fundação Bill & Melinda Gates trabalha para ajudar todas as pessoas a levarem vidas saudáveis e produtivas. Nos países em desenvolvimento, concentra-se na melhoria da saúde das pessoas com vacinas e outras ferramentas que salvam vidas e em dar-lhes a chance de sair da fome e da extrema pobreza. Nos Estados Unidos, procura melhorar significativamente a educação para que todos os jovens tenham a oportunidade de alcançar todo seu potencial. Com sede em Seattle, Washington, a fundação é comandada pelo CEO Jeff Raikes e pelo co-Presidente William H. Gates Sr., sob a direção de Bill e Melinda Gates e de Warren Buffett.  Para saber mais, visite o endereço http://www.gatesfoundation.org. Você pode também participar das conversas no Facebook, Twitter, e no nosso blog http://www.impatientoptimists.org.

FONTE Bill & Melinda Gates Foundation

FONTE Bill & Melinda Gates Foundation

Back to top

RELATED LINKS
http://www.gatesfoundation.org